Avançar para o conteúdo principal

Bolo de 'Chantilly' e Morangos (Saudável, Sem Açúcar Adicionado)


Há uns tempos comecei a pensar em fazer uma versão saudável do clássico bolo de chantilly com morangos, que faço muitas vezes em ocasião de aniversários e é um clássico que toda a gente adora.
O objetivo não era substituir o original, porque costumo fazer doces tradicionais quando se trata de uma festa e acredito que há espaço para tudo - a ideia foi mesmo superar o desafio que é tornar um bolo tão pecaminoso numa sobremesa mais baixa em calorias, açúcares e gorduras.
As camadas de bolo foram a parte mais fácil: decidi-me logo pelo bolo saudável mais fofinho e simples da história. Depois fiquei algum tempo indecisa com o que usar para substituir o chantilly, que já não tem substitutos tão óbvios. Fiquei um pouco dividida entre usar aquafaba (água de cozer leguminosas) e cajus, dois elementos muito usados para fazer cremes/espumas vegetais.
Acabei por escolher os cajus: pareceram-me a opção mais segura, já que nunca tinha usado aquafaba (e, confesso, há algum preconceito da minha parte em relação a ela :P).
Assim surgiu o bolinho que partilho hoje: uma versão saudável de um clássico, com um total de 4 ingredientes (já a contar com os morangos!) e um sabor maravilhoso :D







Bolo de 'Chantilly' e Morangos (Saudável, Sem Açúcar Adicionado)

Ingredientes:

Para os bolos
[  9 ovos
[  120g de farinha de aveia com sabor (usei a de bolacha maria da EU Nutrition, e recomendo imenso - o sabor do bolo feito com ela fica a lembrar pão de Ló! Se quiserem encomendar, o cupão euavela15 dá-vos 15% de desconto e ofertas :))

Para o 'chantilly'
[  150g de cajus
[  150ml de água (foi a quantidade que eu usei, mas podem começar com apenas 100ml e depois juntar mais de acordo com a consistência)
[  1/2 colher de chá de extrato de baunilha

Para a montagem/decoração
[  750g de morangos

Preparação:

Para os bolos
| Colocar os ovos num recipiente grande e bater com uma batedeira elétrica durante cerca de 10 minutos (devem ganhar bastante volume).
| Parar de bater, adicionar a farinha de aveia e envolver tudo com uma espátula.
| Distribuir o preparado por duas formas forradas com papel vegetal e levar ao forno pré-aquecido a 180 graus durante cerca de 15 minutos (para ver se estão prontos podem fazer o teste do palito), trocando-os de posição a meio do tempo.

Para o 'chantilly'
| Demolhar os cajus durante cerca de 12 horas, cobrindo-os com água fria.
| Depois de os demolhar, escorrê-los e colocá-los no copo de um processador. Juntar a água e triturar muito bem, parando de vez em quando para raspar as paredes do copo. A textura demora algum tempo até ficar cremosa, mas deve começar a ficar cada vez mais homogénea até se assemelhar a um creme espesso. Sugiro que usem um processador potente.
| Quando a mistura ficar cremosa, adicionar o extrato de baunilha e envolver (com o processador em velocidade baixa ou com uma colher, por exemplo).
| Refrigerar durante umas horas.

Para a montagem
| Colocar um dos bolos num prato grande.
| Cortar os morangos em cubos. Colocar metade numa taça grande, juntar metade do 'chantilly' previamente feito e envolver.
| Distribuir esta mistura por cima do bolo no prato. Cobrir com o outro bolo.
| Espalhar o restante 'chantilly' na superfície e decorar com o resto dos morangos em cubos.

Nota: Eu não usei nada para adoçar o 'chantilly' de cajus, porque acho que o sabor natural dele combina bem com os morangos. No entanto, caso queiram um resultado um pouco mais doce, podem juntar mel, açúcar ou outro adoçante.



O resultado ficou mesmo uma delícia, o que é de surpreender quer pela simplicidade dos ingredientes quer pelo perfil nutricional - é um bolo excecional sob todos os ângulos!
A parte do bolo ficou bem fofinha, ligeiramente húmida e muito saborosa. O 'chantilly' de cajus é menos doce que o tradicional, porque não adicionei nada para adoçar, mas tem um sabor agradável e rico que contrasta na perfeição com a doçura dos morangos.
Apesar de não achar esta versão com cajus semelhante ao chantilly tradicional, por não ser tão leve e ter um sabor completamente diferente, acho que resultou muito bem no bolo e não consigo imaginar melhor substituição :)
Em suma, experimentem - é de comer e chorar por mais, especialmente quando bem fresquinho! E como podem observar abaixo, a informação nutricional é incrível :D
____________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por uma fatia)
Energia: 226kcal 
Proteínas: 11g 
Hidratos de Carbono: 17g 
-       Dos quais açúcares: 5g 
Lípidos: 13g
-          Dos quais hidrogenados: 0g
-     Dos quais saturados: 3g 
Fibra:  3g 

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 1 fatia ou 1/10 da receita)Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real. As doses consideradas são meramente exemplificativas; as porções reais devem ser adaptadas por cada um às suas necessidades pessoais.
____________________________________________________________________________

Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Produtos #69 - Pudins Proteicos da Ehrmann (Caramelo, Baunilha, Chocolate e Chocolate-Coco)

Hoje o post é sobre os famosos pudins proteicos da Ehrmann. Sempre que partilho fotos deles recebo perguntas, é infalível - seja acerca do rótulo, do preço, do sabor, dos locais de compra,... Desta forma, achei que o melhor seria escrever um post sobre eles e acabar com as dúvidas de uma vez por todas :) Começo pelas informações básicas: Locais de Compra Para já, os pudins estão disponíveis em poucas superfícies comerciais: fisicamente apenas os encontram nas lojas  Auchan e Primebody Nutrishop (há três, todas em Lisboa). Podem ainda encomendar online pelos respetivos sites, auchan.pt e primebodynutrishop.com . A cadeia Auchan só faz envios para algumas partes do território nacional, mas a Primebody envia para todo o país. Se optarem por encomendar pelo Auchan , os portes ficam a 5,90€ ; que eu saiba são fixos (acho que não há nenhum valor a partir do qual o envio seja grátis). No site da Primebody os portes ficam a 3,99€ , e são grátis para encomendas a part

Madalenas Sem Açúcar

Tenho a tradição de testar uma receita nova de cada vez que recebo ou compro uma nova forma. Por vezes as ideias são muitas e não é fácil escolher, mas quando a My Tup Love  me enviou esta forma não houve sequer um momento de indecisão: forma de madalenas pede madalenas :D  Juntei o útil e agradável, e usei na receita a recentemente lançada aveia de custard. O seu aroma docinho a lembrar bolos com limão não podia ser mais adequado para o efeito :)  Madalenas Sem Açúcar Para 6 madalenas Ingredientes : [  1 ovo [  50g de quark natural [  25ml de leite [  75g de farinha de aveia com sabor (usei a de custard da EU Nutrition , que tem um saborzinho a limão fantástico; podem encomendar com 15% de desconto usando o cupão euavela15 no site) [  1 colher de café de fermento Preparação : | Bater o ovo com o quark durante dois ou três minutos. | Baixar a velocidade para o mínimo e adicionar o leite, batendo apenas até este estar incorporado.  | Juntar a farinha e o fermento envolver com uma espát