Avançar para o conteúdo principal

Salame de Chocolate (Saudável, Sem Glúten/Lactose, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)


Tenho feito bastantes novas receitas novas: só nesta semana passaram pela minha cozinha panquecas de abóbora, broa, bolinhos de bacalhau, torta de abóbora e, claro, este salame de chocolate negro - tudo em versões saudáveis.
Claro que com este ritmo começaram a acumular as receitas que tenho para publicar, e como ontem me apercebi de que apenas teria tempo para partilhar uma receita até ao Natal decidi fazer uma sondagem para ver qual é que as pessoas mais queriam. Como podem ter adivinhado pelo título do post, o salame foi o vencedor (embora a broa tenha dado luta!).
Assim sendo, hoje deixo a receita - por sinal bastante adequada para o Natal, fica a dica :P
De resto, como disse, até lá não publicarei mais nenhuma. Para o dia em si vou fazer principalmente receitas antigas que já estão no blog - caso estejam à procura de sugestões, algumas das minhas preferidas são o bolo de leite enqueijado, a tarte de flan, o pudim de ovos, o bolo rainha, o pão de Ló húmido, o pudim de caféo monkey bread (não são 'mais saudáveis', mas são deliciosos).
Penso que vou fazer pelo menos o bolo de leite enqueijado e o bolo rainha para o Natal, e talvez faça a tarte de flan e o pudim para o ano novo. Faço sempre as mesmas coisas, mas em equipa vencedora não se mexe, certo? :P
À parte destas, o salame também é uma sugestão interessante, até porque muita gente o considera indispensável na mesa de Natal. Na minha família não é propriamente tradição - aliás, antes de fazer este só tinha comido salame uma vez, quando tinha cerca de 10 anos! No entanto, uma pessoa sugeriu-me pelo Instagram fazer uma versão saudável, e claro que tinha de experimentar. Não desiludiu, e sem mais demoras aqui fica :)





Salame de Chocolate (Saudável, Sem Glúten/Lactose, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)
Para um salame pequeno

Ingredientes:
[  2 ovos
[  1 scoop de whey (25g)*
[  2 colheres de sopa de cacau magro em pó (cerca de 10g)
[  50g de chocolate negro (usei 70% cacau; optem por uma versão certificada sem glúten ou lactose para estas versões)
[  100g de avelãs 

Preparação:
| Num recipiente pequeno, colocar os ovos, a whey e o cacau em pó e misturar com um garfo ou fouet até a mistura ficar homogénea.
| Partir o chocolate negro em pedaços e colocar numa malga (ou outro recipiente que possa ir ao microondas). Levar ao microondas em potência baixa, retirando frequentemente para mexer, até que este esteja derretido.
| Incorporar o chocolate derretido no preparado anterior, misturando bem.
| Colocar a mistura numa folha de papel de alumínio, distribuindo-a de forma a que possa ser enrolada num cilindro (é normal que não seja fácil de moldar, mas depois de ser enrolada vai adquirir uma forma mais direitinha). Enrolar então a folha em volta do salame, apertando as extremidades como se fosse um rebuçado gigante. Deve ficar apertada; passem as mãos pela superfície para a regularizarem um pouco.
| Levar ao frigorífico até que solidifique (pelo menos algumas horas). Cortar em fatias e reservar no frigorífico.

*Usem whey de um sabor que inclua chocolate. Eu usei esta isolada de chocolate e coco da EU Nutrition, que podem comprar com 15% de desconto + ofertas usando o cupão euavela15 - vejam a campanha aqui. Até dia 31 se encomendarem 2kg desta whey e a encomenda for >49,9€ recebem 1kg de manteiga de amendoim de oferta (além das ofertas e desconto associados ao cupão!).  
Caso pretendam que o salame seja isento de lactose, usam uma whey sem lactose.
Caso queiram omitir a whey, pode ser necessário adicionar algum tipo de adoçante.

Nota: o salame fica bastante cremoso - dá para cortar às fatias, mas é um pouco mole! Eu gostei do resultado, mas caso pretendam que fique mais sólido podem juntar 1 colher de sopa de farinha de coco (ou outras, embora a de coco dê mais consistência).



Como disse só provei salame uma vez e foi há séculos, por isso não tenho grande meio de comparação, mas gostei mesmo deste! Ficou com uma textura densa mas suave, e um sabor intenso a chocolate muito agradável :)
Optei por colocar avelãs pelo meio e não bolachas porque não me apetecia estar a fazer bolachas saudáveis caseiras. Claro que podia ter usado de compra, mas muito dificilmente se encontra bolachas realmente saudáveis nos supermercados - e embora acredite que cabe tudo numa alimentação saudável, quando faço uma receita deste género o 'desafio' é usar ingredientes menos processados ou com melhor perfil nutricional, por isso sentiria que estava a fazer batota se usasse bolachas de compra :P
De qualquer modo, as avelãs resultam muito bem e acrescentam um toque crocante delicioso!
Caso sejam fãs de salame (ou mesmo que quase nunca comam, como eu), penso que se experimentarem não se vão arrepender :)
____________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por uma fatia)
Energia: 145kcal
Proteínas: 6.5g
Hidratos de Carbono: 5.6g 
-       Dos quais açúcares: 2.4g
Lípidos: 11.3g 
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
-     Dos quais saturados: 2.4g
Fibra:  2.1g

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 1 fatia ou 1/8 da receita). Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real.
____________________________________________________________________________

Comentários

  1. Super mas super interessante!
    Só não faço porque não consigo comer chocolate negro, mas é mesmo uma excelente ideia!
    E substituir o chocolate em pó por aveia de chocolate? Dá-lhe a cor uma parte do sabor =)

    Beijocas e feliz Natal

    ResponderEliminar
  2. Tem um aspecto de babar, maravilhoso! :) Se quiseres dar-lhe consistência podes congelar, há quem congele o salame, por isso também o poderias fazer. :D Boas Festas.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Produtos #69 - Pudins Proteicos da Ehrmann (Caramelo, Baunilha, Chocolate e Chocolate-Coco)

Hoje o post é sobre os famosos pudins proteicos da Ehrmann. Sempre que partilho fotos deles recebo perguntas, é infalível - seja acerca do rótulo, do preço, do sabor, dos locais de compra,... Desta forma, achei que o melhor seria escrever um post sobre eles e acabar com as dúvidas de uma vez por todas :) Começo pelas informações básicas: Locais de Compra Para já, os pudins estão disponíveis em poucas superfícies comerciais: fisicamente apenas os encontram nas lojas  Auchan e Primebody Nutrishop (há três, todas em Lisboa). Podem ainda encomendar online pelos respetivos sites, auchan.pt e primebodynutrishop.com . A cadeia Auchan só faz envios para algumas partes do território nacional, mas a Primebody envia para todo o país. Se optarem por encomendar pelo Auchan , os portes ficam a 5,90€ ; que eu saiba são fixos (acho que não há nenhum valor a partir do qual o envio seja grátis). No site da Primebody os portes ficam a 3,99€ , e são grátis para encomendas a part

As Panquecas Perfeitas! (Saudável, Sem Gordura Adicionada, Sem Glúten)

Desde que tenho o blog já experimentei muitas receitas de panquecas, e já publiquei várias delas. Algumas foram particularmente bem-sucedidas: as de aveia com quark , as de weetabix e as de coco já foram feitas (e aprovadas) por muita gente que me veio dar o seu feedback . Outras tornaram-se em clássicos por aqui, e foram repetidas imensas vezes por mim desde que as publiquei; é o caso das panquecas com aveia de sabor e das de aveia e centeio . Mesmo as panquecas de abóbora , uma das últimas receitas que publiquei, foram bastante apreciadas (por mim e por quem já experimentou e partilhou a sua opinião). E gostei bastante de todas estas receitas, até porque só publico no blog coisas de que tenha gostado realmente. Mas, as receitas antigas que me desculpem, hoje não venho partilhar uma receita de panquecas 'boa', nem sequer muito boa. Hoje venho partilhar A receita, capaz de revolucionar por completo a forma como vêem as panquecas. Apenas as fiz hoje, mas tive de p